Dicas para melhorar o relacionamento com a indústria farmacêutica

Dicas para melhorar o relacionamento com a indústria farmacêutica

Dicas para melhorar o relacionamento com a indústria farmacêutica

Quem está à frente das áreas de marketing e vendas sabe que a gestão das ações de trade marketing, distribuição e vendas demandam muito trabalho no dia a dia.

Em paralelo, muitas vezes, as sugestões de melhorias no ponto de venda não são possíveis de serem implementadas, pois não há espaço físico nas gôndolas e PDVs para a equipe trabalhar, o que compromete as metas comerciais.

Mas, a boa notícia é que mudar esse cenário não é uma tarefa impossível.

Com a organização dos processos de vendas, distribuição e supply chain da indústria farmacêutica é possível aumentar significativamente as vendas.

O segredo está na mudança de foco da equipe para a organização e planejamento prévios.

Veja três estratégias que vão lhe ajudar a gerenciar o relacionamento comercial  com as farmácias e, consequentemente, melhorar o resultado financeiro.

1. Conheça as necessidades específicas de cada ponto de venda

Você sabe quais são os desafios e as dores de cada varejista farmacêutico? Esse é o principal ponto de partida para alinhar a estratégia comercial da sua empresa, o que muitas vezes acaba passando batido. Adotar soluções de relacionamento comercial generalizadas não é uma boa opção. Respeite o potencial de cada ponto e o seu modelo transacional.

Uma grande rede de farmácia já possuí um sistema de compras mais estruturado, com reposição automática. Uma rede menor, talvez funcione melhor contando com uma solução que integre-a com a indústria e suas estratégias comerciais, com ações que promovem o gerenciamento do abastecimento dos clusters.

2. Apresente soluções para o gerenciamento do estoque e redução de ruptura

Fuja das fórmulas prontas. Apresente modelos inteligentes e competitivos ao varejista. Invista em programas comerciais de relacionamento compatíveis com o retorno esperado do ponto de venda. Além disso, os produtos devem ser abastecidos de acordo com a demanda de cada região. É importante variar o mix conforme o perfil do consumidor de cada bairro ou cidade. O planejamento de demanda é imprescindível para garantir o espaço adequado para todas as categorias.

3. Capacite sua equipe

Sua equipe de trade marketing deve estar preparada para apresentar soluções e saber agir com qualquer tipo de varejo. Os profissionais devem ser orientados para identificarem o potencial de oportunidades em cada estabelecimento e, da mesma forma, recomendar soluções sob medida.

Com foco e planejamento, você terá mais tempo livre para entender sobre a jornada de comportamento do consumidor (journey shopper) e realizar promoções assertivas em pontos específicos, o que trará resultados efetivos à operação.

Clique aqui e conheça as novas tendências do relacionamento com o varejo no mercado de saúde e bem-estar

Compartilhe

Talvez você goste também
Parceria Interplayers - Big Data

Interplayers anuncia parceria inovadora em Inteligência Artificial para impulsionar vendas em farmácias

A Interplayers tem o prazer de anunciar uma nova parceria es...
farmácia

Farmácias como hubs de saúde: transformando o cuidado ao paciente

O papel das farmácias no cenário atual de saúde está passand...
logix-pharma

Logix Pharma: inovação em programas de acesso e fidelização

No cenário atual da indústria farmacêutica e de HPPC (Higien...

Assine nossa Newsletter

Fique por dentro das novidades do mercado de saúde e bem-estar.

Categorias
Varejo Farma
Saúde Suplementar
Saúde Corporativa
Pacientes
Mercado & Tendências
Médicos
Laboratórios Clínicos
Institucional
Indústrias
Distribuidores
Clínicas e Hospitais